1. Blogue
  2. Entrevista de Emprego
  3. Como começar uma carta de apresentação (2024)
Escrito por Anna MuckermanAnna Muckerman

Como começar uma carta de apresentação (2024)

15 min. de leitura
Como começar uma carta de apresentação (2024)
Perceber como começar a sua carta de apresentação pode ser uma das partes mais desafiantes de todo o processo de candidatura. É também uma das mais importantes. De acordo com estudos realizados, 77% dos recrutadores dizem que dariam preferência a um candidato que enviasse uma carta de apresentação, mesmo que a candidatura dissesse que era opcional!

Dado que muitos recrutadores têm apenas alguns segundos para avaliar cada candidatura, precisa que a sua carta de apresentação se destaque desde a primeira frase. Antes de nos debruçarmos sobre os pormenores de como escrever a introdução perfeita para uma carta de apresentação, vamos primeiro definir os objetivos da abertura de uma carta de apresentação:

  1. Chamar a atenção do recrutador e incentivá-lo a ler o resto da sua carta
  2. Destacar uma competência, uma ligação ou um feito digno de nota
  3. Mostrar um toque da sua personalidade e comportamento profissional

Existem várias formas de atingir estes três objetivos, mas determinadas frases de abertura podem ser mais adequadas a certos tipos de experiência e ambientes de trabalho. De seguida vamos ajudá-lo a decidir qual a introdução de carta de apresentação mais adequada para si.

Como começar uma carta de apresentação (com exemplos)

Não sabe como começar a sua carta de apresentação? Aqui ficam 5 ideias testadas e comprovadas para métodos de abertura de cartas de apresentação, que podem ser adaptados a qualquer indústria ou nível de experiência:

  1. Comece a sua carta de apresentação com uma concretização
  2. Inicie a sua carta de apresentação com uma história pessoal
  3. Abra a sua carta de apresentação com uma estatística ou um facto relevante
  4. Deixe que a introdução da sua carta de apresentação evidencie uma forte ligação ao emprego ou à empresa
  5. Comece com uma convicção ou declaração de valores partilhada pela empresa.

Iremos agora aprofundar cada um deles.

Comece a sua carta de apresentação com uma concretização

Se quer impressionar desde o início, uma concretização é o caminho a seguir. Esta abordagem pode funcionar bem em muitas áreas centradas em objetivos, como a das vendas ou o setor imobiliário. Para evitar parecer arrogante, certifique-se de que fundamenta as suas realizações com números ou percentagens. 

Outro fator importante a considerar quando começar com uma concretização sua, é a forma como ela se relaciona com o seu potencial empregador. O mês em que bateu um recorde pode ser digno de nota, mas se tiver pouco a ver com os requisitos do emprego ao qual se está a candidatar, pode querer escolher algo diferente ou optar por outro tipo de introdução. 

Dica profissional

Pergunta frequente: “Como se deve apresentar numa carta de apresentação?”

Lembre-se que está a apresentar o seu “eu” profissional. Certifique-se de que adapta a sua apresentação ao emprego que pretende. Qualquer um destes cinco inícios de carta de apresentação pode servir para apresentar a parte da sua personalidade que é relevante ao seu público-alvo: o recrutador.

Objetivo desta introdução: Permitir que o empregador imagine como poderá trazer o mesmo tipo de sucesso para a sua empresa.

Exemplo de como começar uma carta de apresentação centrada numa concretização

Nos meus quatro anos como agente imobiliário, transformar visitas em vendas tornou-se o meu forte. Das sete casas que vendi no ano passado, conheci cinco dos compradores nas visitas às casas. Esse sucesso levou a que o meu mediador me convidasse para fazer uma apresentação em todo o escritório sobre as melhores práticas de vendas em visitas tipo "casa aberta"

Copiado!

Conte a sua história

Uma maneira cada vez mais popular de iniciar uma carta de apresentação é aquela que se torna um pouco pessoal desde o início. Embora deva manter sempre um tom profissional ao escrever uma carta de apresentação, ao partilhar o seu percurso profissional ou o seu interesse inicial na área, pode estabelecer uma ligação pessoal com o recrutador que vai além dos factos e dos números.

O segredo deste tipo de abertura é compreender a cultura da empresa. A sua página web e a sua imagem de marca sugerem que a empresa investe na componente humana da sua atividade? Uma carta de apresentação que partilhe o seu percurso profissional é muitas vezes uma excelente escolha para áreas criativas ou inovadoras, bem como para estudantes que se candidatam a estágios e bolsas de estudo.

Dica profissional

Pergunta frequente: “Como fazer com que a sua carta de apresentação se destaque?

A sua carta de apresentação deve destacar-se pelo seu conteúdo. Uma abertura sólida atrai os RH para a sua leitura. No corpo da sua carta que se segue, tem espaço para explicar exatamente por que razão é a pessoa ideal para o cargo.

Deverá também combinar as características de design da sua carta de apresentação com as do seu currículo.

Objetivo desta introdução: dar um toque pessoal e criar uma ligação humana, explicando a origem do seu interesse e entusiasmo pela área.

Exemplo de como começar uma carta de apresentação centrada na sua história

O cachorrinho estava gravemente ferido quando o encontrei enroscado na vedação atrás da minha casa. Tinha muitos planos para aquele verão depois do liceu, mas passei a maior parte do tempo a tratar do “Rosco”. Em agosto, tinha a certeza de que queria especializar-me em Medicina Veterinária.

Copiado!

Apresente uma estatística ou um facto relevante

Se quiser mostrar ao recrutador que leva a sério este setor e a posição da empresa no mesmo, comece a sua carta de apresentação com uma estatística ou um facto relevante. Esta abertura pode ser encarada como muito profissional, pelo que é uma ótima opção para profissões formais e orientadas para os números como finanças, marketing ou gestão.

Exponha brevemente a estatística ou o facto, incluindo a sua fonte para garantir a sua credibilidade. Em seguida, explique como esta informação influencia a forma como aborda a sua potencial função ou o setor. Esta introdução funciona especialmente bem para candidatos a cargos executivos e de nível superior, pois permite-lhe apresentar a sua visão do panorama geral da empresa.

Objetivo desta introdução da carta de apresentação: fornecer informações úteis e relevantes, que sirvam de ponto de partida para as suas ideias sobre o futuro do setor e o seu papel no mesmo.

Exemplo de como começar a sua carta de apresentação com uma introdução baseada em factos:

No ano passado, mais de metade do total das pesquisas na Internet foram realizadas em telemóveis, de acordo com um estudo da (nome da empresa que efetuou o estudo). Compreendo o que esta transição significa para o setor da restauração. Foi por isso que, como diretor de operações do Grupo Lido, criei um plano de vários anos para aumentar a nossa presença online, a estratégia de redes sociais e a facilidade de utilização dos telemóveis.

Copiado!

Explique a sua ligação

As ligações são essenciais no locais de trabalho modernos e, caso já tenha fortes laços com a empresa, a sua melhor aposta pode ser destacá-los no início da sua carta de apresentação. O segredo para este tipo de abertura é evitar referir nomes óbvios e, em vez disso, concentrar-se no que realizou ou aprendeu com a sua ligação.

Uma ligação não precisa necessariamente de ser uma pessoa. Também pode combinar elementos de uma introdução narrativa com a sua ligação ao ramo, local ou empresa. Um tom sincero e honesto é fundamental para este tipo de apresentação, senão pode dar a impressão de que está a tentar conquistar o cargo com falinhas mansas.

Objetivo desta introdução: partilhar a sua relação com o empregador para explicar a base do seu interesse na empresa, na área ou no cargo.

Elabore uma declaração de convicções

A introdução de uma declaração de convicções é uma ótima forma de explicar as suas motivações e de se identificar com a missão da empresa. Este tipo de introdução é melhor para cargos com uma componente emocional, como enfermeiros, prestadores de cuidados, professores e assistentes sociais. Se o seu trabalho requer um certo nível de auto-sacrifício, uma declaração de convicções é a forma perfeita de explicar a origem da sua paixão e energia para a área.

Antes de se aventurar nesta vaga, não se esqueça de pesquisar o seu potencial empregador e descobrir quais as qualidades que mais valoriza. Uma declaração de convicções é uma ótima escolha para locais de trabalho com uma abordagem sentimental, mas pode ser menos apreciada em empresas onde o objetivo principal é o resultado final.

Objetivo desta introdução: mostrar o seu entusiasmo e determinação, descrevendo o que o motiva a dar o seu melhor para o cargo ou área.

Exemplo de como começar uma carta de apresentação com uma introdução baseada em valores:

Como ex-criança de acolhimento, sei que um assistente social dedicado faz toda a diferença na trajetória de uma criança. É por isso que quero trazer a minha paixão e perseverança para um cargo na Associação de Acolhimento de Lisboa, a fim de inspirar as crianças e de as preparar para um futuro feliz e saudável.

Copiado!
Dica profissional

Pergunta frequente sobre a abertura de cartas de apresentação: “Devo mencionar a razão pela qual estou no mercado de trabalho na introdução da carta de apresentação?

Não existe um requisito que afirme que tem de dizer ao empregador por que razão procura trabalho, mas pode dizer que está à procura de um novo desafio ou algo semelhante.

Perguntas comuns ao iniciar uma carta de apresentação

A ideia de como começar uma carta de apresentação corresponde a duas secções fundamentais do documento: a saudação e a introdução. Neste ponto, vamos abordar as suas melhores opções para a saudação da carta de apresentação. A saudação é a forma como se dirige à pessoa que vai ler a sua carta de apresentação. 

Qual a melhor saudação para uma carta de apresentação?

Embora não exista um modelo único, começar com o padrão “Caro”, seguida da saudação correta e do apelido do recrutador ou do destinatário da carta pode funcionar bem na maioria das situações profissionais. É também uma excelente opção se não tiver a certeza de que saudação utilizar.

Dica profissional

Perguntas frequentes:  “Deve incluir-se uma saudação numa carta de apresentação?”

A resposta curta é um sonoro "Sim!" Encontraria uma pessoa e não a cumprimentaria pelo menos com um “Olá”? Claro que não, isso seria indelicado. O mesmo se aplica à sua carta de apresentação, talvez ainda mais porque se trata de uma situação mais formal em que a pessoa a quem se dirige é desconhecida.

Então, qual a saudação correta de uma carta de apresentação? 

A saudação correta é aquela que melhor se adequa ao tom da empresa e do setor. Há certas situações em que a abordagem habitual pode parecer demasiado formal. Por exemplo, se trabalha numa área criativa ou informal, onde tem a certeza de que os nomes próprios são o padrão, pode parecer fora de contexto se utilizar uma saudação e o apelido. Também pode optar por uma saudação mais informal, como “Olá” ou “Bom dia”, se já tiver uma relação com o destinatário da carta ou se estiver a enviar a sua carta de apresentação no corpo de um e-mail.

Faça
  • Sempre que possível, dirija-se ao recrutador pelo nome
  • Opte por uma saudação mais formal em caso de dúvida
  • Utilize um substantivo coletivo quando houver mais do que um destinatário da carta
Não faça
  • Não tente adivinhar se alguém é “Sra.”, “Menina” ou “Sr.”
  • Nunca utilize uma saudação impessoal como “A quem possa interessar”
  • Não cumprimente o destinatário apenas pelo seu primeiro nome, a não ser que já o conheça e tenha uma relação com ele, ou que isso seja apropriado para a empresa em questão

Como começar uma carta de apresentação sem nome

Utilizar o nome do recrutador ou do destinatário da carta na saudação da sua carta de apresentação ajuda-o a estabelecer uma ligação pessoal e mostra o seu interesse pela empresa. No entanto, por vezes tem de começar uma carta de apresentação sem incluir um nome, quando não sabe de quem se trata. Aqui ficam três dicas para o conseguir:

  1. Decida se vai dirigir-se a uma pessoa ou a um grupo de pessoas
  2. Considere se o leitor será um profissional de RH ou outra pessoa
  3. Avalie o tom da empresa e a formalidade do local de trabalho

Cada um destes elementos pode ajudá-lo a reduzir as suas opções e a escolher a saudação mais adequada à situação. Vejamos agora algumas alternativas.

Para situações em que se vai dirigir a uma ou mais pessoas que trabalham em RH:

  • Caro responsável pela contratação/equipa de contratação da (nome da empresa)
  • Caro recrutador/equipa de recrutamento da (nome da empresa)

Para situações em que se vai dirigir a uma ou mais pessoas que não trabalham em RH:

  • Caro Departamento de Bolsas de Estudo/ Comité de Bolsas de Estudo
  • Caro Gestor/Equipa de gestão da (nome da empresa)

Para locais de trabalho de natureza mais informal:

  • Saudações Família (Nome da empresa)
  • Olá Equipa da (Nome da Empresa)\
Dica profissional

Após uma procura infrutífera pelo nome do recrutador, pode ser tentador dirigir a sua carta de apresentação ao “Caro Senhor ou Senhora”. Esta saudação, contudo, pode muitas vezes parecer impessoal e demasiado formal. O mesmo se aplica a “A quem possa interessar”, uma saudação antiquada que hoje em dia soa fria e desinteressada. Se não conseguir encontrar o nome da pessoa que vai ler a sua carta de apresentação, escolha um substantivo coletivo como os indicados acima.

Começar uma carta de apresentação: o resumo

A introdução da sua carta de apresentação é o parágrafo de abertura que se segue diretamente à saudação. Se um recrutador tiver de ler uma parte da sua carta de apresentação, pode ter a certeza de que será esta. Isso significa que vale a pena dedicar algum tempo a certificar-se de que o parágrafo introdutório da sua carta de apresentação causa uma primeira impressão forte. 

Como se deve apresentar numa carta de apresentação?

Algumas das formas mais comuns e eficazes de se apresentar numa carta de apresentação são:

  1. Um feito impressionante
  2. Uma história profissional
  3. Um facto ou estatística relevante
  4. Uma ligação digna de nota
  5. Uma declaração de convicção sincera

Os cinco estilos de introdução de cartas de apresentação descritos nesta publicação foram desenvolvidos para lhe proporcionar opções e exemplos que pode seguir ao elaborar a sua própria carta de apresentação. Em última instância, nenhum tipo de introdução é mais correto do que outro; tudo se resume às suas experiências, ao setor e às necessidades do empregador. 

Crie o seu currículo em 15 minutos
Crie o seu currículo em 15 minutos
Use modelos de currículo profissionais e testados, que seguem exatamente as “regras de currículo” dos recrutadores.
Criar o meu currículo
Partilhe este artigo
Continue a ler
Ajuda para o Currículo12 min. de leitura
Como carregar o seu currículo no LinkedIn (3 métodos)
Como carregar o seu currículo no LinkedIn (3 métodos)
Ajuda para o Currículo34 min. de leitura
Como escrever um currículo
Como escrever um currículo
Ajuda para o Currículo26 min. de leitura
Objetivos do currículo (+ 15 exemplos)
Objetivos do currículo (+ 15 exemplos)
Entrevista de Emprego20 min. de leitura
Como escrever uma carta de apresentação sem experiência
Como escrever uma carta de apresentação sem experiência
Pesquisar Todos
Este website usa cookies para melhorar a experiência do utilizador e para efeitos de analítica e de marketing. Ao utilizar o nosso website, autoriza todos os cookies em conformidade com a nossa Política de Cookies e Política de privacidade.
Aceitar Cookies